• Nós, as poetas

Leia 24 MULHERES na fanzine "NÓS, AS POETAS!" - primeira edição

Atualizado: Jun 16

Todas as páginas da nossa primeira edição, disponíveis na diagramação original gratuitamente aqui!

Coletânea de mulheres poetas de rua. Escritoras andarilhas dos quatro cantos do pais, unidas em uma só publicação. A fanzine "Nós, as poetas!" nasceu no Rio de Janeiro do encontro entre mulheres poetas de diferentes partes do Brasil e continuou se expandindo através de chamadas publicas online e das caminhadas de suas integrantes.


Aqui nesse blog falaremos em outras publicações mais sobre a historia da cultura fanzine, feminismos e a nossa própria historia como um coletivo. Por enquanto, seguem abaixo as paginas da primeira edição do fanzine "Nós, as poetas!", lançada em 2016:




































O projeto editorial das nossas fanzines são criados a partir de colagens feitas pelas integrantes do coletivo. Essa primeira edição foi construída durante nossas reuniões periódicas que aconteceram em diferentes lugares públicos da região central da cidade do Rio de Janeiro, ao longo do ano de 2016.


Ao reunir e tornar público o trabalho literário de tantas poetas de ruas, nossas publicações são um gesto de reconhecimento da produção intelectual das mulheres, levando em consideração as varias formas de ser mulher. Materializamos poemas de mulheres em uma publicação independente que pode ser impressa e vendida por todas as participantes da edição. Nos conectando, expandimos nossas redes de parcerias entre trabalhadoras da arte, fortalecendo o empreendedorismo criativo entre mulheres.

Todas as nossas publicações podem ser adquiridas aqui e chegam direto na sua casa. Incentivamos o uso de nossos materiais em escolas e demais iniciativas de educação formal e não formal. Para acessar a primeira edição do fanzine Nós, as poetas! em pdf, clique aqui.


Todos os direitos reservados ao coletivo "Nós, as poetas!"

109 visualizações
  • Branca Ícone Spotify
  • Siga Nós, as poetas!
  • Curta Nós, as poetas!
  • Branca ícone do YouTube

© Coletivo Nós, as poetas  |  2020  |  Brasil